Quem precisa ser magro?

Nos tempos modernos a questão do peso tomou proporções que vão muito além do saudável , ou seja  o magro deixou de ser uma questão de saúde para virar uma questão de estética.

Ser magro virou sinônimo de algo bom e positivo, mas não no sentido de saúde e sim no sentido de sucesso pessoal e de confiança.

Ser magro é ser belo…ser belo é ser um sucesso…preciso ser magro, mas não sou…sou um fracasso…devo emagrecer a qualquer custo.

Com o encadeamento de pensamentos acima que muitos se vem diante dos transtornos alimentares mais discutidos ultimamente: anorexia e bulimia.

Vamos falar sobre cada um deles separados, pois cada um tem suas características.

A anorexia pode ser definida de uma forma geral como um medo intenso e/ou mórbido de engordar, e para que isso não ocorra, recorre a métodos extremos de restrição alimentar ( passar o dia com o mínimo de comida imaginável), mantendo metas de peso surreais, baseados em uma magreza que mais se assemelha a um esqueleto.

Muitas vezes se almeja chegar o mais próximo de zero de gordura corporal possível ( claro que ignorando o fato que o corpo precisa de gordura para se manter funcionando).

Outra característica marcante é o fato de quem tem anorexia se ve dentro de uma distorção corporal, ou seja ele não vê o corpo como ele é, e sim como ele imagina que é. Não importa o quão magra esteja, sempre irá se ver gorda e precisando ainda mais perder peso.

Imagem

Já na bulimia, embora possa parecer muito com a anorexia, ela na verdade se diferencia principalmente que além do medo de ganhar peso, seja associado uma série de atitudes para forçar a “limpeza” do organismo mais rápido, como indução de vômitos depois de alimentar-se, uso intenso de laxantes e etc.

Porém o mais marcante da bulimia é que devido a associação forte a questões ansiosas e depressivas, fatalmente o individuo se sentirá culpado e partirá para a compulsão alimentar, onde ele ingere uma grande quantidade de comida em pouco tempo, para na sequência retornar ao antigo padrão de indução de vômitos e laxantes.

Pacientes com anorexia e bulimia tendem a procurar agrupamento de pessoas que contenham os mesmos transtornos, sendo a internet o grande ponto de encontro.

Termos foram criados para se identificarem e ao mesmo tempo se preservarem de olhares alheios, como o Pró-Ana e o Pró-Mia, abreviações de Pró Anorexia e Pró Bulimia, associações de incentivo ao transtorno e de divulgação de informações para a perda ainda mais intensa de peso.

Durante os anos 90 uma banda chamada Silverchair fez muito sucesso com uma música chama Ana’s Song, onde aparentava ser uma declaração de amor para uma garota de nome Ana, porém na verdade o vocalista, que tinha anorexia fez a música para falar sobre seu transtorno.

Ana’s Song ( Silverchair)

Por favor, Ana, morra
Pois enquanto você estiver aqui, nós não estaremos
Você faz o som do riso
E as unhas afiadas parecerem macias

E eu preciso de você agora, de algum modo
E eu preciso de você agora, de algum modo

Abra fogo com a carência que me faz
Estar de joelhos por você
Abra fogo sobre as ânsias dos meus joelhos
Como eu preciso de você

 

Para finalizar gostaria de deixar a imagem de uma comparação feita pelo artista americano Nickolay Lamn de uma Barbie vendida no mercado atual e uma feita com medidas de mulheres reais.

Imagem

 

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s