Transtorno de Ansiedade Generalizada

cabea-preocupada-da-terra-arrendada-do-beb-24781679

Já abordamos um pouco sobre ansiedade aqui no nosso blog (clique aqui), porém hoje gostaria de descrever um pouco melhor um dos possíveis transtornos ansiosos que podem surgir ao longo da vida.

O transtorno de ansiedade generalizada (TAG) é uma manifestação bem comum da ansiedade quando sai do controle, porém devemos ter muito cuidado quando vamos diagnosticar alguém com ela.

Usando parâmetros do FIDI (Frequência, intensidade, duração e interferência) pessoas acometidas com o TAG apresentam uma preocupação e ansiedades exagerados em relações a situações futuras, sem um foco aparente, tornando-se assim alguém que sempre está preocupada que algo de ruim aconteça, mesmo não tendo nenhuma evidencia do mesmo (ou quando tem, acaba aumentando em muito a possibilidade de acontecer ou suas possíveis consequências).

Os sintomas físicos da ansiedade englobam taquicardia (coração acelerado), suor sem ser devido a temperatura, tremores nas mãos ou pés, sensação de sufocação e/ou desmaio, medo de perder o controle, incapacidade de relaxar, problemas intestinais e urgências de ir ao banheiro, entre outros possíveis.

Quando falamos da TAG, tanto os sintomas cognitivos (pensamentos e sentimentos) quanto os sintomas físicos tornam-se exagerados, difíceis de se controlar, gerando intenso sofrimento.

Causas

Infelizmente, assim como outros transtornos mentais, as causas exatas da TAG são desconhecidas, e a hipótese mais aceita é a multifatoriedade de causas. Estresse, causas externas (ambientais), fatores genéticos, incapacidade de lidar com situações problemas, pressões sociais são algumas das possíveis causas do transtorno.

Tratamentos

Ao perceber que suas preocupações estão afetando sua qualidade de vida, dificultando assim o andamento equilibrado do seu cotidiano, deve-se procurar ajuda de um psicólogo para poder entender e avaliar intensidade dos sintomas e possíveis causas.

A busca de ajuda psiquiátrica também pode se mostrar necessárias, pois a medicação ajuda no controle dos sintomas físicos da ansiedade, fazendo assim mais eficiente o seu tratamento.

A Terapia Cognitiva-comportamental

A terapia cognitiva-comportamental, por focar no papel das suas cognições (pensamentos e sentimentos) na manutenção dos sintomas ansiosos e dificuldades comportamentais, ajuda a entender qual a ligação entre as duas coisas (pensamentos ansiosos e comportamento inadequado), podendo assim modificar o padrão ansioso, gerando bem-estar e volta da qualidade de vida.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s